IDENTIFICAR OS SUPERIORES E ELIMINAR OS INFERIORES


Para os próximos anos, o Nelore Jandaia seguirá colaborando com a pecuária brasileira, apoiando a pesquisa e produzindo animais cada vez mais eficientes, aumentando a produtividade por área, o que será fator imprescindível para produzirmos com respeito ambiental e social.

Divino Humberto Guimarães - Médico veterinário, especialista em reprodução e técnico ABCZ

Quando falamos em melhoria de um rebanho, precisamos estar convictos da necessidade de valorizar os animais superiores, aqueles que incrementam positivamente no plantel e, retirar os que não agregam qualidades desejáveis. Essas qualidades desejáveis são as características que o criador foca como meta em seu trabalho de seleção. No Nelore Jandaia, essas características são fundamentadas na melhoria dos índices reprodutivos e de desempenho dos animais criados a pasto, já que esse sistema de criação é o mais usado no Brasil.

O processo todo se inicia com um criterioso trabalho para definir quais reprodutores serão utilizados na estação de monta, tanto na monta natural, quanto na inseminação artificial, garantindo que os produtos gerados não possuam diferenças em desempenho e fenótipo em função da sua origem. Findada a estação de monta (120 dias), o diagnóstico de gestação é mais um dos crivos que determina a manutenção da fêmea em vida reprodutiva no plantel. Enquanto as matrizes vazias são descartadas, as que chegam à fase de desmame são avaliadas através da qualidade dos seus produtos, ou seja, mães de bezerros inferiores são eliminadas. No pós-desmame, os animais são continuamente desafiados pelo seu desempenho, onde são comparados em seus grupos contemporâneos, fator importantíssimo numa avaliação comparativa.

O Nelore Jandaia é extremamente criterioso na manutenção dos grupos contemporâneos por saber que isso torna fidedigna a avaliação comparativa. Com isso, há uma constante melhoria, pois, os animais que são mantidos no rebanho possuem as características desejáveis pré-estabelecidas, tendo sido avaliados em seus grupos contemporâneos. Já aqueles que não irão contribuir são eliminados do rebanho. Dessa forma, a cada geração ocorre um ganho significativo em fertilidade e desempenho na produção.

Combinado a esse processo, o Nelore Jandaia faz rigorosa avaliação visual de todos os animais da propriedade. Aqueles que apresentam um fenótipo de baixa funcionalidade são eliminados. Junto a todo esse trabalho, notamos uma redução no número de animais desclassificados durante o serviço de registro genealógico feito pela ABCZ, mostrando a uniformidade e a padronização adquirida pelo plantel, ou seja, o rebanho criou um tipo. Enfim, a rijeza nas tomadas de decisões, a coerência na escolha dos genearcas, o rigor na qualidade de informações, as mensurações e marcações feitas na propriedade propiciam uma facilidade e uma eficiência na identificação dos melhores exemplares e, consequentemente, uma eliminação dos animais inferiores, levando ao progresso genético do rebanho.